Aula 6 - Introdução ao Planejamento de Experimentos

Nesta aula estudamos os conceitos de validade e eficácia de experimentos. Também vimos como a aleatorização e o controle de variáveis podem ser usados para obter um experimento válido e eficaz. Para tal, acompanhamos o capítulo 5 de (Diggle and Chetwynd 2011).

Exercícios

  1. Um grande grupo de comunicação de determinado país está interessado em estudar o grau de conhecimento de estudantes da principal universidade do país a respeito de notícias recentes de interesse geral. Em particular, um dos interesses é avaliar se estudantes formandos tem maior conhecimento médio de notícias recentes de interesse geral do que estudantes ingressantes. Para isso, para cada curso de graduação da universidade, o grupo selecionou aleatoriamente um aluno ingressante e um aluno formando e aplicou um teste de conhecimento de notícias recentes de interesse geral. Considere que essa universidade possui 71 cursos de graduação. Defina validade e eficácia de um planejamento amostral e indique quais medidas neste estudo foram tomadas para garantir cada uma destas propriedades.

  2. Um professor elabora 2 provas e deseja determinar se ambas são igualmente difíceis. Para tal, selecionará uma amostra de 50 alunos dentre uma população de alunos habilitados para testar as provas. Como estas provas são demoradas, cada aluno só poderá realizar uma das provas. Exemplifique algumas técnicas que podem ser adotadas para obter um planejamento válido e eficaz.

  3. Uma pesquisador desenvolver um novo medicamento para tratar pacientes com doença de Parkinson. O pesquisador deseja realizar um experimento para testar o quão bem este medicamento se compara a um concorrente. Para tal tomará como amostra 50 pacientes que se tratam com um determinado médico. O pesquisador determina que o médico poderá escolher metade destes para ser tratada com o novo medicamente e outra metade para ser tratada com o concorrente. Discuta a validade deste experimento.

  4. Em um jogo de “par ou ímpar” você pode escolher entre o número 1, o número 2 ou jogar uma moeda e jogar 1 se sair cara e jogar 2 se sair coroa. Considere que seu oponente é capaz de descobrir qual das 3 opções você escolheu antes de determinar o lance dele. Neste contexto, qual a melhor alternativa disponível? Qual conexão existe entre este jogo e a importância de aleatorização para obter a validade de um experimento?

Referências

Diggle, Peter J, and Amanda G Chetwynd. 2011. Statistics and Scientific Method: An Introduction for Students and Researchers. Oxford University Press.